Blogs Portugal

terça-feira, julho 11, 2006

O Pintor – Episodio 1 – “Prelúdio da Exposição”



Nunca uma exposição minha atraiu tanta gente, a notícia do meu comportamento errático depressa se espalhou e o lixo que produzi é objecto de grande curiosidade.
A arte estagnou há muito tempo, tornou-se um passatempo elitista de quem tem mais tempo livre do que merece. Todos procuram a algo de novo, não interessa que seja repugnante de tão vazio. Assim que entro na galeria sei automaticamente o que vai acontecer, idiotas pretensiosos em roupas ridículas vão-me partilhar as suas impressões das telas…vão utilizar estrangeirismos e comparações e encontrar um significado no lixo que se lhes apresenta…vão comentar o meu comportamento em sussurros…Mulheres que até aqui me ignoravam vão sentir-se intrigadas por mim…negociantes de arte aconselharão o meu trabalho dizendo que sou um Jim Morrison da pintura, usarão palavras como provocador, poético, evocativo e sexual…deixarão no ar a ideia de que morrerei novo e em êxtase como a minha obra…que serei indissociável da minha arte, que me tornarei uma estatua elegante jovem e rebelde para todo o sempre…”um óptimo investimento e rentável a curto prazo” dirão eles.
Esta maldita falta de lógica do mundo tem tanto de entediante como de previsível, caminhei entre os homens, amei carinhosamente mulheres que me traíram, fui bom, sensato e apaziguador, respeitei as leis dos homens escritas e não escritas, e no entanto a sabedoria e o amor pacífico não me foi devolvido.Hoje espezinho o chão com estrondo, sou rude e vulgar, não acredito no que faço e tão pouco assumo as consequências dos meus actos e no entanto nunca fui tão adorado como agora…Malditos sejam todos vocês!

4 comentários:

Fonsini Martini disse...

Ancioso pelos próximos episódios!!

No nosso blog faço referência a este belissimo espaço... os textos merecem!!

Grande Abraço.

Fonsini Martini

Maria Ninguém disse...

infelizmente é muito assim...infelizmente..
adorei..;)

Anónimo disse...

malditos sejam tds aqueles que amam corpos, pessoas e a arte so porque outros os desejam..e que negam por medo o olhar nos olhos de pessoas rudes e vulgares..

gostei da sinceridade das palavras..

**

Anónimo disse...

Nunca mais digo coisas do que escreves :P
Estou a brincar e concordo contigo...é um mundo de plástico, de barbies e kens que falam com a voz dos outros, os "humanos" que os manipulam...maldito mundo bildenberguiano... :)
Marta