Blogs Portugal

quinta-feira, outubro 28, 2010

Mensagem do Alto da Montanha

Aqui estamos.
Ninguém seguiu senão a voz interior que decidiu não mais ignorar, não vos falo com uma agenda política nem com sonhos bêbados de poder ou de que o meu nome sobreviva aos meus ossos. Falo-vos porque também eu subi esta montanha e porque jurei a mim mesmo nunca mais me privar da minha razão e de dizer o que sinto.
Estou aqui porque como vocês não poderia continuar a viver lá em baixo em atmosferas controladas, confortos debilitantes e irresponsabilidade total para com tudo o que é intrinsecamente bom, honesto e natural.
Quero liberdade, quero ser responsável pelos meus actos, quero uma carga maior nos meus ombros e ser mais forte, lutar contra a adversidade e vencer e fazer do amor o meu entretenimento.
Não somos uma multidão, nem que falasse para 6 biliões de rostos como os vossos sentiria que falava para uma horda ignorante e seguidora, não há nem nunca haverá uma bandeira atrás de mim, esta é uma revolução pessoal e a salvação está dentro de cada um de nós, não é mais do que viver com coragem e amor.
Lá em baixo ainda se vive da mesma forma, também nós fomos criados lá, atirados para um mundo que não construímos e para uma vida que nunca quisemos, aqui temos uma escolha, um sonho novo e a possibilidade de sermos melhores.
As cidades de lá de baixo crescem enquanto a merda de milhões corre debaixo dos seus pés, que pensarão os seus habitantes quando tudo transbordar pelas ruas e perceberem que os seus sapatos de camurça não os protegem das ondas de imundice que os soterram? Não me alegro com a sua desgraça nem me compadeço com a sua fraqueza, sonho apenas que também eles subam uma qualquer montanha sem que seja por medo.

2 comentários:

ophelia disse...

Adriano, este texto está qualquer coisa! Adoro! e Adoro-te

Anónimo disse...

Ditto... claro o suficiente para não ser preciso acrescentar nada :)
Marta